fbpx

Inbound Marketing x Outbound Marketing: você precisa escolher?

Inbound Marketing x Outbound Marketing: você precisa escolher?
Leia em menos de: 4 minutos
Inbound Marketing x Outbound Marketing: você precisa escolher?

Não sabe qual estratégia de marketing usar para conseguir mais clientes e vendas? Conheça cada uma delas e descubra se realmente é necessário fazer uma escolha.

Um quer despertar o interesse de pessoas para que elas cheguem aos produtos ou serviços da empresa enquanto o outro faz de tudo para vender o mais rápido possível. Estamos falando sobre dois termos que podem ser considerados novos, mas já bastante conhecidos: Inbound Marketing e Outbound Marketing.

Ao escolher entre as estratégias, naturalmente muitas dúvidas podem surgir, como aquelas relacionadas aos custos, resultados e vantagens.

Há vantagens e desvantagens quando comparados um com o outro, portanto conhecer uma pouco mais sobre eles é importante. Por exemplo: pesquisa do Hubspot garante que ações de Inbound Marketing quase triplicam o ROI em comparação àquelas de Outbound Marketing. Por outro lado, a agilidade para ter é maior neste segundo em grande parte das vezes.

Para ajudar a esclarecer algumas dúvidas, continue a leitura e, por fim, descubra qual será mais útil ao seu negócio. Na verdade, descubra se você precisa, de fato, fazer uma escolha.

O que é Inbound Marketing?

É traduzido usualmente como “marketing de atração”. Seu conceito e sua aplicação começaram a ganhar mais popularidade no final da última década. Seu crescimento está diretamente ligado ao desenvolvimento do marketing digital, no entanto é possível encontrar ações que se encaixam no Inbound Marketing décadas antes.

O grande diferencial nas estratégias de Inbound Marketing diz respeito, inicialmente, à forma de apresentar uma marca ao público. Antes de dizer “compre aqui”, as ações entregam valores e conhecimento às pessoas. Ou seja, o objetivo é que os clientes cheguem até a empresa e não o movimento contrário, como no marketing tradicional.

A partir do momento que as pessoas notam a capacidade da empresa em solucionar problemas ou passam a confiar e respeitar determinada marca, torna-se mais fácil chegar ao diálogo que pode culminar com as vendas. Com isso, o conteúdo e sua forma de apresentação são chaves para abrir novas conversas e possibilidades com o público.

Depois de chamar a atenção e iniciar a conquista, a construção de um relacionamento dependerá de novos passos, cada vez com mais proximidade e sempre com entrega de valores e conteúdos relevantes. Isto é, cada etapa do Funil de Vendas demanda ações diferentes para transformar visitantes do site em leads e nutri-los para novos passos na intenção de compra.

A atração, que é a primeira etapa de qualquer estratégia de Inbound Marketing, acontece por meio de ações como blogs, páginas em redes sociais, ebooks, podcasts, entre outros. Para a conversão dos visitantes em leads, é comum a utilização de landing pages, preenchimentos de formulários ou os diversos tipos de CTAs (call to actions) possíveis. Apenas após essa jornada será a vez da equipe de vendas entrar no jogo com o objetivo de fechar negócios.

O que é Outbound Marketing?

Neste caso a comunicação é mais direta e sem uma segmentação tão “delicada” como no Inbound Marketing. Desta forma, quando falamos de campanhas veiculadas em outdoors, televisão, rádio e telemarketing, falamos em Outbound Marketing. Embora já enfrentem algumas barreiras na recepção do público, as estratégias de Outbound Marketing estão longe de ficarem esquecidas ou inutilizadas.

Pelo contrário: estão em constante renovação e atualização. Anúncios no Facebook, no Google e no Youtube, embora em ambientes digitais, também são ações deste tipo de marketing! Assim é o marketing tradicional, que interrompe ou chama sua atenção em determinado momento com o objetivo de oferecer serviços ou produtos de forma bastante direta.

Qual é a melhor estratégia?

Com o crescimento
do Inbound Marketing, tornou-se comum encontrar pessoas que declaram a morte iminente do Outbound Marketing. No entanto, não é bem assim…. Da mesma forma que a televisão não matou o rádio nem a internet matou a televisão, uma estratégia não é capaz de acabar totalmente em função do aparecimento de uma novidade impactante.

Há espaço para todos e o importante é ter conhecimento sobre ambos para, conforme necessário, escolher a mais adequada aos objetivos. Algo bastante comum, aliás, é aproveitar o que cada um deles pode oferecer e utilizá-los em paralelo. Para tanto, algumas informações de suas particularidades são fundamentais.

Enquanto o Inbound
Marketing prepara o consumidor para chegar até a marca com comunicação indireta, o Outbound Marketing atinge o público de forma direta. Esta é a principal diferença para entender cada um dos métodos. Porém, questões como custos e mensuração dos resultados também ganham destaque na comparação.

O Inbound Marketing proporciona mais engajamento em virtude das interações realizadas. Além disso, os resultados podem ser acompanhados em tempo real, uma vez que suas ações acontecem em ambientes digitais. Embora os resultados em Outbound Marketing não possam ser acompanhados na mesma velocidade, o ROI é mais rápido, ou seja, os resultados e lucros chegam mais rápido.

Em relação aos custos de campanhas e ações, é possível realizar altos gastos em Inbound e baixos em Outbound,. O diferencial ficará nos resultados e no tempo para alcançá-los, além da mensuração de dados importantes sobre esta ou futuras ações.

A integração de Inbound e Outbound Marketing

Você sabia que não há necessidade de escolher um dos métodos apenas por escolher? Isto porque é totalmente possível adotar estratégias de Inbound Marketing e Outbound Marketing e aplicá-las como complementares em campanhas. Isso vale, inclusive, para empresas de todos os portes. A escolha ou a união dos modelos depende, portanto, de questões como características da gestão do negócio, perfil do cliente e sua jornada de compra.

Para alguns casos, apenas estratégias de comunicação direta são suficientes enquanto, para outros, apenas o Inbound Marketing cumpre os objetivos. No entanto, sempre vale analisar se a união de forças pode ser vantajosa para o seu caso. Além disso, cabe ressaltar que é possível utilizar as duas apenas no ambiente digital, algo que muitos não sabem ou desconsideram.

Se você tem uma empresa e quer descobrir se seus objetivos podem ser alcançados com Inbound Marketing, fale com a Wedit agora mesmo!

5 informações valiosas antes de montar um e-commerce

5 informações valiosas antes de montar um e-commerce

Confira algumas dicas para que o sonho de montar um e-commerce não vire um pesadelo.…
Pessoa verificando investimento da autoescola

Segmentação e ROI: vantagens do marketing digital para autoescolas

Como o marketing digital para autoescolas otimiza recursos e gera mais matrículas Após um guia…

Inbound marketing para CFC: aplique e atraia mais alunos

Como parar de correr atrás de clientes e usar estratégias de Inbound Marketing para fazer…

A arte de criar personas em apenas três etapas

Como criar personas e ter o "cliente ideal" ajuda a otimizar recursos em estratégias de…